PAUL PERCY HARRIS,O FUNDADOR DO ROTARY INTERNATIONAL

Paul Percy Harris nasceu em 19 de abril de 1868 em Racine, Wisconsin, nos Estados Unidos, ao norte de Chicago. Foi o segundo dos 6 filhos de George N. Harris e Cornelia Bryan Harris. Por problemas financeiros, aos dois anos foi morar, juntamente com seu irmão Cecil, então com 5 anos, com seus avós paternos Howard e Pamela Harris, na cidade de Wallingford, no Estado de Vermont, nos Estados Unidos.

Foi aí que praticamente começou o direcionamento da vida de Paul Harris, como ele mesmo recorda em suas memórias "Meu Caminho para Rotary": “ Eu tive o privilégio de viver em um lar estável, onde não faltava nada e nada era excessivo; onde os ideais eram os mais elevados e a educação era o objetivo supremo.” Esta visão em direção à educação o levou às Universidades de Iowa, onde se formou advogado e obteve o título de doutor honorário na Universidade de Vermont.

Ao receber o seu diploma, Paul decidiu que passaria cinco anos conhecendo o mundo antes de se dedicar à sua nova profissão de advogado. Foi neste tempo que trabalhou como repórter de jornal, professor de economia, ator de teatro e cowboy. Fez também inúmeras viagens pelos Estados Unidos e Europa como representante de uma companhia de mármores e granitos.

Finalmente, em 1896 decidiu advogar em Chicago. O ambiente da cidade era difícil, com muita imoralidade, Incêndios fraudulentos, e falências, melhorando em 1900 com o fechamento das casas de jogos e tavernas, com a Promulgação da Lei Federal de Falências e a segregação da prostituição. Foi advogado durante 32 anos, membro do Colégio de Advogados do Estado de Illinois, do Colégio Americano de Advogados e Presidente da Comissão de Ética Profissional do Colégio de Advogados de Chicago. Em um dia no outono de 1900, Paul P. Harris se encontrou com o advogado Bob Frank para jantar em um luxuoso bairro no norte de Chicago. Eles saíram para uma caminhada parando em algumas lojas no caminho. Harris ficou impressionado com a maneira como Frank tinha feito amizades com muitos dos vendedores.

Desde que se mudara para Chicago para abrir seu escritório de advocacia, Harris não havia encontrado a mesma Camaradagem que Frank tinha com seus colegas empresários, e naquele momento começou a pensar em como encontrar esse tipo de companheirismo que o lembrava da cidade em que ele havia crescido na Nova Inglaterra. Em 23 de fevereiro de 1905 Paul Harris, juntamente com outros três homens de negócios: Silvester Schiele, comerciante de carvão, Gustavus Loehr, engenheiro de minas e Hiram Shorey, alfaiate, reuniram-se no Edifício Unity, na N orth Deaborn Street, 127, 7º andar formando o primeiro clube. O primeiro Presidente foi Silvester Schiele. O clube recebeu o nome de “Rotary” devido ao fato de que seus sócios se reuniam em rodízio nos respectivos locais de trabalho, em um sistema de rodízio. Seu quadro associativo cresceu rapidamente. Em 1907 surgiu o primeiro projeto comunitário: a instalação do primeiro sanitário público da cidade de Chicago, localizado perto da Prefeitura.

Em 1910 foi realizada a primeira Convenção, congregando se os clubes na Associação Nacional de Rotary Clubs. Paul Harris foi eleito Presidente da Associação. Nessa Convenção, por proposição de Arthur Frederik Scheldon, professor de marketing, foi adotado o lema: “mais se beneficia quem melhor serve seus companheiros”. Paul conheceu a sua futura esposa Jean Thompson em 1910 durante um passeio organizado pelo Prairie Club of Chicago, um grupo de amadores de atividades ao ar livre que ele ajudou a formar. Paul e Jean casaram-se em julho Daquele mesmo ano e dois anos mais tarde Paul construiu uma casa com vista para o campo onde eles se encontra ram pela primeira vez. A casa recebeu o nome de Comely Bank, o mesmo nome da rua onde Jean morou em sua infância, em Edimburgo, na Escócia. Paul e Jean não tiveram filhos.

Na 2ª Convenção, em Portland, Oregon, no ano de 1911, Paulo foi reeleito, dedicando-se ao desenvolvimento e expansão. Aprovou-se a proposta de Benjamin Franklin Collins, adotando-se o lema: “Servir, porém não a si próprio. Somente 40 anos depois, na Convenção de 1950, em Detroit, Michigan, EUA, foram oficialmente designados os lemas: “Mais se beneficia quem melhor serve” e “Dar de si antes de pensar em si”. O primeiro Rotary Club fora dos Estados Unidos foi fundado em 1911 em Winnipeg, Manitoba, Canadá. Nesse ano Nasceu a “The National Rotarian” publicação precursora da revista "The Rotarian".

Na Convenção de Duluth, Minnesota, em 1912, o nome foi mudado para Associação Internacional de Rotary Clubes, e encurtado em1922 para Rotary International.

Os Harris viajaram pelo mundo promovendo Rotary, sempre reconhecido como personalidade mundial, destacada, tendo recebido inúmeras condecorações. No Brasil, em 1942, recebeu do Presidente Getúlio Vargas, a “Ordem do Cruzeiro do Sul.

Paul faleceu em Comely Bank em 27 de janeiro de 1947 com 79 anos e foi enterrado no cemitério Mount Hope, nos arredores de Blue Island, perto da sepultura de seu velho amigo Silvester Schiele. Após a morte de Paul, Jean retornou à Escócia, sua terra natal, onde faleceu em 1963, com 82 anos. Em "Meu Caminho para Rotary", Paul atribui os valores nele incutidos por seus avós e vizinhos, a base que o levou à concepção de Rotary:

O Rotary nasceu do espírito de tolerância, boa fé e serviço, qualidades Características de meus familiares e companheiros de infância na Nova Inglaterra. Tenho tentado transmitir minha fé nesses valores a outros Seres humanos, com a mesma intensidade com que ela brilha dentro de mim”.


Notícias distritais

Palestrante da Conferência Conjunta escreve aos rotarianos sobre "união e vida"

A união fortalece o sentido da vida   “Por mais que a humanidade avance em muitos setores, o noticiário do dia a dia pela mídia em geral nos mostra uma realidade difícil em todo o mundo. E enquanto trabalhamos pelo bem-estar de nossa família, pela educação de nossos filhos, enquanto procuramos cumprir com nossas responsabilidades profissionais e nossos compromissos como cidadãos, assistimos a imagens de flagelados de enchentes, terremotos e desastres ambientais, refugiados de guerra, vítimas da violência urbana, dependentes químicos e milhões de seres humanos em situação de extrema pobreza. Há pessoas que ficam deprimidas ao ver esse cenário, ou tentam manter sua fé em um mundo melhor, mas não sabem o que fazer. Até que descobrem que a melhor forma de ajudar a Humanidade costuma estar muito perto de nós. Em todo o mundo existem instituições formadas por pessoas dedicadas a prestar ajuda humanitária aos necessitados. E participar de causas como essas pode ser um reforço ao entusiasmo em todas as outras áreas da nossa vida. “Há maior felicidade em dar do que em receber”, disse o apóstolo Paulo (Atos, 20:35), e essa frase não vale somente para boxeadores… Certa vez, ao chegar de uma viagem fazendo palestras, encontrei minha filha entusiasmadíssima, fazendo pacotes de alimentos e brinquedos para crianças aidéticas assistidas por uma instituição próxima de nossa casa. Nessa época, ela era adolescente. Hoje está casada e seu entusiasmo pelo auxílio aos necessitados está ainda mais forte. Experimentei na minha infância esse tipo de entusiasmo e agora fico feliz ao vê-lo também nos meus filhos e netos. Por isso não me canso de incentivar a todos: as pessoas que ajudam ao próximo costumam ser tomadas por um sentimento profundamente gratificante. “Não há satisfação maior do que aquela que sentimos quando proporcionamos alegria aos outros”, disse o líder religioso japonês Masaharu Taniguchi. O ideal de servir ao próximo dá um significado maior à nossa vida. Principalmente quando concretizado por meio de uma organização que continuadamente se dedica a melhorar as condições de vida em comunidades do mundo inteiro. É muito bom constatar que as pessoas tendem a se unir em torno de uma ideia como essa, e que esse tipo de união fortalece o sentido da vida. Nos últimos anos realizei mais de 20 palestras para o Rotary em todo o Brasil – e espero ter essa alegria muitas vezes mais. O Rotary faz a diferença. São ideias que entusiasmam. É extremamente gratificante quando o nosso trabalho está ligado a uma causa maior. Será que não é exatamente isso que está faltando à sociedade brasileira em geral, para dar um novo sentido ao nosso espírito de nação?” - PROF. GRETZ   O professor Gretz é palestrante motivacional e autor de 14 livros, considerado um dos mais renomados palestrantes de motivação da atualidade. Ele ministra a palestra “A união fortalece o sentido da vida” no dia 25 de maio, como parte da 4ª Sessão Plenária da Conferência. Outras palestras também acontecem nas demais datas do evento, assim como confraternizações, passeios e outras opções de turismo e lazer. Confira aqui o que já está sendo preparado pela organização. A Conferência Conjunta dos Distritos 4580 e 4520 acontece de 23 a 25 de maio, no Independência Trade Hotel, em Juiz de Fora. Faça sua inscrição e não fique de fora!

Postado em 12 de Fevereiro de 2019 por

Primeiro Clube Rotary Passaporte do Brasil é criado em Juiz de Fora

O primeiro Clube de Rotary Passaporte foi criado no Brasil. O Juiz de Fora Passaporte Estrela Sul foi fundado com apoio do Rotary Clube de Lima Duarte e inicia suas atividades com 20 membros associados, enquanto outros mais aguardam associação. A proposta desse tipo de clube é atrair novos e antigos associados ao Rotary que tenham dificuldade em participar de reuniões semanais, assim como pessoas que têm uma verdadeira paixão por fazer a diferença em sua comunidade através do serviço. “A ideia foi maturada depois de algum tempo e revelou-se necessária após duas missões internacionais de ajuda do Rotary em países africanos realizada pelo Distrito 4580”, conta um de seus fundadores Guilherme Cortes Fernandes. “Percebemos que poderíamos doar nosso tempo objetivamente nas atividades do Rotary, sem fugir do que sugere o Rotary International”. O novo Clube tem como Presidente Juliana Samel, Secretária, Cecília Samel Cortes Fernandes; Diretor Fundador, Guilherme Cortes Fernandes e tesoureiro, Luiz Carlos Guilarducci Viduani. “Um clube de passaportes tem menos encontros presenciais. O primeiro do mundo foi na cidade de Sacramento, Califórnia, nos Estados Unidos. Este clube encontra-se seis vezes por ano. Seus membros têm uma espécie de  Passaporte para visitar outros clubes de Rotary e participar em atividades e projetos", informa Juliana Samel. Ela acrescenta ainda que a estrutura desses clubes de passaportes pode ser diferente, mas a razão que os motiva são as mesmas dos clubes tradicionais. "Seja num modelo ou no outro, o princípio é fazer a diferença nas suas comunidades e no mundo. Isso só é possível através do relacionamento com os clubes próximos, e o Rotary Passaporte ajuda também na difusão de ideias, uma vez que há uma circulação maior de pessoas por diferentes clubes do Distrito.” Os Clubes Passaporte são inicialmente apadrinhados por um Rotary Club existente, que concorda em servir como um clube patrocinador. Eles contam com menos reuniões (cerca de quatro ao ano), e os associados também podem comparecer a qualquer reunião de outro clube do distrito que lhes interessar. Cada membro deve se comprometer com 40 horas de serviço a cada ano por meio de projetos, captação de recursos ou apoio a outras organizações sem fins lucrativos. “Os Clubes Passaporte são concebidos para serem flexíveis e acessíveis, inclusive a pessoas que querem ser rotarianos, mas acham que os Rotary Club tradicionais não cabem no seu estilo de vida,” diz Guilherme. No Rotary, além do Clube Passaporte, existe ainda o Clube Satélite, os E-Clubs e os Clubes tradicionais. A vantagem dos Clubes Passaporte é a maior facilidade de adesão e acompanhamento das atividades, assim como um maior apelo a possíveis associados mais jovens. Para o Governador Duarte Fernandes, este grupo inaugura em nosso distrito uma forma nova de participar do Rotary. “Vimos estas possibilidades na Conferência Internacional em Atlanta, e achamos pertinente trazê-la para cá. Obviamente podemos impor as ideias, mas um grupo de médicos, que fizeram ações internacionais pelo Rotary, consideraram esta forma de ser rotarianos.”

Postado em 07 de Fevereiro de 2019 por

Programação toma corpo para a Conferência dos Distritos 4580 e 4520

A programação da Conferência Distrital Conjunta "Unir para Fortalecer" dos Distritos 4580 e 4520 começa “a tomar forma”, segundo os coordenadores, Ângela M. S. Rezende e José Luiz Scaglioni Filho. O evento que acontece entre de 23 a 25 de maio, em Juiz de Fora, Minas Gerais, será a última conferência antes da união do 4580 e 4520 no novo Distrito 4521. “Este é um desenho preliminar do programa, pois pode ocorrer algumas modificações, mas publicamos para que as pessoas já se planejem e se inscrevam na Conferência”, informa Ângela Rezende, “afinal será um evento histórico, para os dois distritos”, complementa. Na quinta-feira, 23 de maio, acontece o hasteamento das bandeiras e plantio da árvore da amizade, simbolizando o início da Conferência. Às 19h, a 1ª Sessão Plenária no Centro de Convenções do Trade Hotel faz a abertura oficial do evento, seguida de coquetel. Na sexta-feira, 24, acontecem mais duas sessões plenárias, durante a manhã e a tarde, que tratam de diversos temas, com destaque para a palestra "A importância dos programas de Juventude para o Rotary", ministrada por Loriane Heide, do Rotary Clube de Rio Negro (PR). Serão discutidas ações do Rotaract, Interact, Casas da Amizade e Intercâmbio de Jovens. No sábado, 25, a última Sessão Plenária traz a palestra "A união fortalece o sentido da vida", ministrada pelo Professor Gretz. Também haverá uma mesa composta pelos governadores distritais para recepcionar Fausi Haddad, Governador Indicado, e Cláudia M. Lello Scaglioni, Governadora Eleita do futuro Distrito 4521, e discutir aspectos da união distrital.Scaglioni destaca que além das atividades tradicionais das conferências de Rotary, está previsto para sexta-feira e no sábado atividades de lazer, turismo e cultura aos participantes. Dentre eles, o Encontro das Senhoras das Casas da Amizade - ASR, um tour pela cidade, passeio a Petrópolis e Baile de Máscaras. Valores e mais detalhes serão divulgados em breve. Anualmente, os distritos realizam uma conferência para informar os associados dos clubes sobre os acontecimentos do Rotary e distrito e oferecer-lhes oportunidade de estar em contato com pessoas de outros clubes, compartilhar ideias e obter inspiração para continuar servindo à comunidade. Faça aqui sua inscrição!

Postado em 07 de Fevereiro de 2019 por

Localizar site dos clubes